ON THE ROAD: Santiago do Chile – Parte I documentação e mala

avião 2

Um sonho e um destino são ingredientes muito importantes para se definir uma viagem. Porém, para mim, foi diferente dessa vez. Santiago do Chile não estava na minha lista de países que precisava visitar, no “top five”. E sinceramente, não sei o por quê. Acredito que por pura falta de conhecimento da minha parte, ainda bem que o meu namorado tinha essa vontade e me incluiu no sonho dele. Enfim, depois de quase cinco anos conseguimos conciliar as agendas e fazer uma trip internacional pela América do Sul.

Fechando o pacote: 

Fechamos tudo pela Decolar.com e agora que sei por experiência que funciona vou sempre ficar de olho nesse site. Cotamos na CVC e na TAM, os pacotes estavam muito caros e principalmente por causa do feriado do dia 4 e por causa da Copa América. No Decolar.com pacote que contemplava hotel (com café da manhã) + passagem aérea (ida e volta) ficou infinitamente mais barato. 

Documentação: 

Segundo passo foi documentação (deveria ter sido o primeiro passo), para viajar para alguns países da América do Sul você precisa do passaporte ou apenas do RG. Quase perdemos a viagem porque o meu RG e do meu namorado estavam vencidos! Descobri na quinta-feira e viajaríamos no domingo. Entrei em PÂNICO! Hoje para conseguir atualizar um RG leva no mínimo cinco dias.  E antigamente o processo levava apenas 24 horas. O que aconteceu? Mudaram a terceirizada que fazia o serviço. Legal! 😦  

A boa notícia é que existe um RG emergencial que sai no mesmo dia e tem validade de 90 dias. Leve todos os documentos necessários que se pede normalmente para fazer o documento (foto 3×4, certidão de nascimento, RG antigo e etc. No site do Poupatempo tem tudo!) e leve também o e-mail ou qualquer documentação que comprove sua viagem. Cheguei as 7 da manhã no Poupatempo  e as 10:30 meu documento já estava pronto! Precisa chegar cedo bem cedo mesmo, para fazer essa solicitação, do contrário o RG só ficará pronto no dia seguinte. 

O que levar na mala? 

Terceiro passo: Fazer as malas! Não sabia exatamente o que levar, no mês de junho a temperatura varia muito. Passei seis dias e cinco noites em Santiago. Teve dias quentes e dias frios. Após as 18h30 começa a esfriar muito. O que eu levei? Um par de botas de couro e salto baixo estilo coturno, um tênis leve da Nike Free para os passeios nos cerros (morros).  Coloquei seis blusinhas que comprei na Forever (cada uma por +\- 25 reais),  três blusas de lã (usei apenas uma), um casaco e um blazer de moletom da Zara, sabe? Para sair a noite e um casaco de neve que eu já tinha quando viajei para Nova Iorque para usar no Valle Nevado. Um par de luvas, uma touca e dois cachecóis. Levei uma mochila para os passeios e para sair a noite uma bolsa pequena de alça longa bem prática. 

Cosméticos que não podem faltar: Um bom protetor solar, hidratante corporal (a água resseca muito a pele, sem falar do clima mesmo que é seco) e um lipbalm bem hidratante mesmo. Levei aquele branco da Nivea Med e não deu conta. Então, procurem um que realmente seja cicatrizante e hidratante. 

Aplicativos:

aplicativos

Prontos para embarcar? Vamos lá! Fui de GOL na ida e na volta e foi um voo muito agradável, melhor do que o que fiz para Fortaleza em março desse ano. Desembarcando você encontra táxis executivos que usam aquelas mercedez rycas e o táxi comum que é amarelo e preto. Use esse e pesquise, faça uma cotação rápida e a corrida até o meu hotel que ficava no bairro providencia não passou de 10 mil pesos. Outra dica incrível é baixar o aplicativo Moeda Grátis que faz a conversão para você na hora!! Outro aplicativo que não pode faltar é da companhia aérea, baixei da GOL fiz o check in um dia antes, é ótimo para já escolher os lugares e não pegar fila para despachar a mala.

Hotel: 

Escolhemos o bairro providencia por ser muito central e perto de tudo, ficamos hospedados no Presidente Tulip Inn, um hotel old com uma pegava vintage e cotado com três estrelas. Achei o suficiente, super limpo, fomos muito bem atendidos por todos os funcionários e o café da manhã tinha tudo (panqueca, vários tipos de pães, leite, geleia, doces, omelete e etc). Se você quiser eles também fecham passeios. Esse é o próximo passo! Usamos muito o metrô lá que fica na esquina do hotel (estação salvador – linha vermelha). 

Como se localizar em Santiago? 

mapa-turistik

Quando você está no aeroporto já é abordado por várias agências de passeios, é uma ótima oportunidade de pegar um mapinha para se localizar. Pegamos da Turistik  (maior agência de viagem de Santiago) que é super completo e nos ajudou muito, tem os principais pontos turísticos, ruas e as estações do metrô.

No próximo post continua nossa aventura! 😉

Anúncios

2 comentários sobre “ON THE ROAD: Santiago do Chile – Parte I documentação e mala

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s